sábado, 29 de janeiro de 2011

Preciso de alguém que olhe pra mim pelo que eu sou de verdade. Alguém que se interesse pelos meus defeitos e que queira me ajudar a consertá-los. Preciso de alguém que olhe pra mim e veja tudo que eu não sou capaz de dizer. Alguém que me descubra todos os dias, mesmo que seja difícil. E é, de fato. Preciso de uma pessoa que me olhe devagar, que me olhe nos olhos, que me sinta. Alguém que seja eu quando não conseguir. Alguém além das palavras, das explicações, das traduções. Preciso de alguém em mim, alguém pra mim. Não precisa se submeter, não precisa ser melhor nem pior. Só precisa ser alguém. — Diego Nunes!
Preciso de alguém que olhe pra mim pelo que eu sou de verdade. Alguém que se interesse pelos meus defeitos e que queira me ajudar a consertá-los. Preciso de alguém que olhe pra mim e veja tudo que eu não sou capaz de dizer. Alguém que me descubra todos os dias, mesmo que seja difícil. E é, de fato. Preciso de uma pessoa que me olhe devagar, que me olhe nos olhos, que me sinta. Alguém que seja eu quando não conseguir. Alguém além das palavras, das explicações, das traduções. Preciso de alguém em mim, alguém pra mim. Não precisa se submeter, não precisa ser melhor nem pior. Só precisa ser alguém.

0 comentários:

Postar um comentário